AVALIAÇÃO DO ATRIBUTO INTEGRALIDADE EM SERVIÇOS DE PUERICULTURA NA ATENÇÃO PRIMÁRIA À SAÚDE

Tainara Lôrena dos Santos Ferreira, Iris do Céu Clara Costa, Fábia Barbosa de Andrade

Resumo


Introdução: A integralidade, atributo essencial dos serviços de Atenção Primária à Saúde, baseia-se em ações de promoção, prevenção de agravos e recuperação da saúde, permitindo uma percepção holística do indivíduo, estando associado aos serviços assistenciais prestados, a fim de responder as necessidades dos sujeitos envolvidos. Objetivo: Avaliar o atributo essencial da Atenção Primária à Saúde, integralidade, no serviço de Puericultura com crianças menores de dois anos. Métodos: Estudo avaliativo, quantitativo, de caráter descritivo, com amostra composta por 186 pais/responsáveis de crianças de 0 à 2 anos de idade que utilizam os serviços da APS da cidade de Santa Cruz, estado do Rio Grande do Norte, Brasil, utilizando um questionário validado no Brasil denominado PCA Tools, versão para crianças. Resultados: Os resultados mostraram que 77.4% das crianças de 0 a 2 anos de idade encontram-se com o cartão de vacinas em dia, e que seus responsáveis possuem conhecimentos sobre planejamento familiar e métodos anticoncepcionais (82.3%). Quanto ao programa de suplementação nutricional para crianças 45.7% já tiveram tais informações. A maioria da amostra (91.4%) recebeu orientações sobre manter a criança saudável, como manter a segurança no lar (55.9%) (exemplo: como guardar medicamentos com segurança), sobre mudanças do crescimento e desenvolvimento da criança (57.0%), maneiras de lidar com o comportamento da criança (52.2%), e maneiras para mantê-la segura (46.8%). Conclusão: Este estudo permitiu identificar potencialidades e grandes avanços pertinentes ao atributo integralidade, bem como necessidades de estratégias a partir das fragilidades apontadas.

Palavras-chave


Integralidade em Saúde; Atenção Primária à Saúde; Saúde da Criança; Avaliação de Serviços de Saúde

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.