Ideias que atravessam os tempos: a recepção e a transmissão dos versos ovidianos

Ana Lúcia Santos Coelho

Resumo


As obras de Públio Ovídio Naso foram lidas e apreciadas em todos os tempos. Vários autores ocidentais, como Dante Alighieri e William Shakespeare, se basearam nas obras do poeta latino para construírem as suas próprias histórias. Ademais, as visões de mundo de tais autores também tornaram-se influenciadas pela representação da Roma antiga construída por Ovídio. Partindo desse pressuposto, o objetivo deste artigo é analisar de que forma os trabalhos do poeta foram lidos, interpretados, utilizados e transmitidos ao longo da História, desde a Idade Média até o século XX.  


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.